Dúvidas Frequentes

Dúvidas Freqüentes

Qual a modalidade dos cursos de Mestrado e Doutorado? 
As atividades dos cursos de Mestrado e Doutorado são presenciais, com encontros semanais, dentro do período letivo do ano.

O curso é reconhecido pela CAPES?
Sim. Informações AQUI.

Qual o horário de funcionamento dos cursos de Mestrado e Doutorado?
As atividades acadêmicas do curso – disciplinas, seminários e outras – são oferecidas de 3ª a 5ª feiras, geralmente pela manhã e a tarde;  excepcionalmente alguns seminários, podem ser oferecidos à noite. Os Seminários discentes em 2016/1 ocorrem duas vezes por mês, às Terças e Quartas a partir das 17h.

Agradecemos!

Quando ocorre a seleção aos cursos de Mestrado e Doutorado?
A seleção para os cursos de Mestrado e Doutorado ocorre anualmente. O edital será publicado a partir do mês de maio. As inscrições e o processo seletivo ocorrem no ano anterior para ingresso no ano seguinte.

O programa possui bolsas de estudo para os pós-graduandos?
Sim. Comissão de Bolsas estabelece critérios, prazos para inscrição e classifica os alunos interessados em bolsa por ordem de prioridade para recebimento da bolsa. O número de bolsas atribuídas ao PPGECT pelas agências de fomento da Pós-Graduação (CAPES e CNPq) pode não contemplar todos os alunos dos cursos de Mestrado e Doutorado.

Como se inscrever em disciplina isolada?
A seleção para disciplina isolada ocorre no início de cada semestre. Os interessados devem acompanhar pelo site as informações sobre o calendário de cada semestre  e observar as datas referentes à seleção. Esses alunos poderão se inscrever em apenas uma disciplina. O professor analisará as solicitações e selecionará os candidatos que poderão se matricular como alunos especiais, de acordo com o saldo de vagas de cada disciplina. Ao final do semestre, desde que cumpridas as atividades, o aluno disciplina isolada terá direito a uma declaração com o conceito obtido na disciplina.

Como e quando é realizado o exame de proficiência em Língua Estrangeira? 
Exige-se o exame de proficiência em Língua Estrangeira para o Mestrado (uma língua estrangeira) e para o Doutorado (duas línguas estrangeiras). O comprovante da proficiência deve ser entregue na secretaria do Programa durante o primeiro ano do curso.

Quando acontece e como faço a prova de proficiência na UFSC?
Clique AQUI. (048 3721 9288)

 

Como proceder para Defesas de Mestrado e Doutorado?

PROCEDIMENTO DE AGENDAMENTO DE BANCA DE MESTRADO E DOUTORADO

Documentos necessários:

  • Agendamento preenchido e revisado. (Obs.: Os dados colocados no agendamento serão usados para a confecção da documentação, por isso é importante conter os nomes completos dos membros e o titulo final da dissertação/tese correto)
  • Formulário de cadastro do professor externo preenchido e contendo os dados de viagem.
  • Certificado de apresentação de 1 seminário obrigatório para mestrado e 2 para Doutorado. *
  • Certificado de presença em seminários e defesas do Programa .  (Obs: Mestrado-  5 defesas e 10 seminários e Doutorado- 15 seminários e 10 defesas)*

*Norma número quatro do Programa de Pós-Graduação em Educação Cientifica e Tecnológica aprovada em 25 de novembro de dois mil e seis.

 

Todos os formulários e normas estão publicados na página http://ppgect.ufsc.br

Os documentos tem de ser entregues 30 dias antes da data da defesa

 

  • Antes da defesa
    Compete ao orientador constituir a banca examinadora, apresentar agenda de defesa à Secretaria do PPGECT e fazer os contatos com os membros da banca para obter a confirmação de que virão para a defesa. Caso haja impossibilidade, o orientador deve comunicar imediatamente o suplente, convocando-o a participar como examinador na banca. Vale lembrar que deve haver um (1) membro externo ao Programa nas defesas de mestrado e dois (2) membros externos à UFSC nas de doutorado. Uma semana antes da defesa, o orientador deve escolher o restaurante conveniado e solicitar à secretária do PPGECT, o voucher alimentação para convidar o examinador externo (A PRPG autoriza um (1) acompanhante no caso de defesa de mestrado e dois (2) para doutorado).Os professores de instituições federais convidados para bancas poderão receber diárias para arcarem com despesas de locomoção, hospedagem e alimentação. Nestes casos, o valor da diária será depositado na conta do professor, sendo que este não poderá beneficiar-se do voucher alimentação.

 

  • Sessão de defesa pública
    O orientador deve:
    1) entregar aos examinadores a Portaria de nomeação e declaração de participação na defesa;
    2) solicitar que preencham o formulário com dados para o cadastro no Coleta CAPES.O processo de defesa da dissertação/tese consistirá na aprovação do texto e na apresentação pública deste por parte do mestrando/doutorando. O orientador é o presidente da banca. Deve iniciar a sessão apresentando o mestrando/doutorando, o título da dissertação/tese, a linha do Programa, os membros da banca e os procedimentos da defesa. A sessão de apresentação pública perante a Comissão Examinadora consistirá de duas etapas:
    a) Exposição oral da dissertação/tese pelo mestrando/doutorando, no máximo 30 minutos;
    b) Argüição dos membros da banca sobre a dissertação/tese, começando pelo convidado externo. Deverão ser destinados aproximadamente 20 minutos para questionamento de cada membro da banca e o mesmo tempo para resposta do mestrando/doutorando.

O orientador caso julgue necessário tece suas considerações e solicita que o público se retire para que a banca proceda à avaliação.

 

  • Avaliação da banca
    O orientador deve esclarecer os examinadores sobre os procedimentos aplicados neste Programa.
    Cada examinador poderá atribuir um conceito. A média dos conceitos é que definirá aprovação ou reprovação.
    O orientador não está autorizado a incluir nome de participantes na Ata. A Comissão Examinadora deverá, se necessário, manifestar-se na Ata de Defesa indicando as reformulações exigidas para a versão definitiva da dissertação/tese, bem como outras observações pertinentes ao trabalho.
  • Caso os membros da banca considerem o trabalho aprovado, sem ressalvas, devem assinar as duas Atas, de aprovação do texto e da defesa pública e também a Folha de Rosto;
  • Se exigirem poucas modificações na dissertação/tese como condição, APENAS O CONVIDADO EXTERNO deve assinar a Ata de aprovação do texto, os demais assinarão após a entrega da versão final que será avaliada pelo orientador;
  • Se exigirem modificações substanciais, devem definir um prazo para que o mestrando/doutorando apresente um texto reelaborado, deixando agendada a nova sessão para a defesa pública.
  • Concluída a avaliação o orientador convida o público a retornar à sala da defesa. O orientador lê a Ata de Aprovação de dissertação/tese e informa ao público as notas e a avaliação final.

 

  • Conclusão do Processo de Defesa/Apresentação Pública
    Terminada a sessão, o orientador deve solicitar que o mestrando/doutorando também assine a Ata e entregar-lhe o Certificado de Defesa. O mestrando/doutorando não está autorizado a ficar com cópia das Atas de defesa. Ficará apenas com dois (2) documentos:
    1) O certificado de defesa, válido por 60 dias.
    2) Uma via da Folha de Rosto, com a assinatura do examinador externo. Concluídos os trabalhos, o orientador deve entregar, na Secretaria do Programa, a pasta da defesa contendo:
  • Ata da defesa pública, assinada por todos os membros da banca e pelo mestrando/doutorando;
  • Ata de aprovação do texto, assinadas por todos os membros da banca;
  • Folha de rosto assinada.
  • Formulário preenchido pelo convidado externo da banca. Caso o professor tenha recebido diárias, deve assinar o relatório na Secretaria do PPGECT.
  • Formulário preenchido pelo mestrando/doutorando.

 

  • Até 60 dias após a defesa
    Após a defesa da dissertação/tese, o mestrando/doutorando aprovado terá o prazo de 30 dias para apresentar ao professor orientador a versão definitiva do seu trabalho, incorporando as reformulações exigidas pela banca examinadora. O texto deverá ser elaborado no padrão gráfico, observando-se a normalização bibliográfica estabelecida pela UFSC. Cabe ao orientador avaliar se o mestrando/doutorando incorporou as mudanças recomendadas pela banca e assinar a folha de rosto aprovando a versão final da dissertação/tese. Em seguida, o mestrando/doutorando deverá buscar as assinaturas dos demais membros da banca e entregar na Secretaria do Programa um exemplar encadernado em capa dura e um CD-Rom contendo os arquivos do resumo e da dissertação/tese completa no prazo de 60 dias, a contar da data da defesa, acompanhados da documentação exigida para solicitar a confecção do diploma. Caberá à Secretaria do Programa dar encaminhamento à referida documentação.