Linhas de Pesquisa

  • Formação de Professores

A linha tem o objetivo de investigar a formação de professores no enfoque da educação científica e tecnológica e sob as perspectivas de suas práticas, teorias e epistemologias em diferentes ambientes de ensino e aprendizagem e níveis de escolaridade. Abrange investigações tanto da formação inicial quanto continuada de professores. São focos de interesse:

– Investigação sobre as concepções, ideias, imaginário dos professores em formação inicial ou continuada;
– Estudos sobre os currículos das licenciaturas relacionados, reflexões sobre o estágio supervisionado e da prática pedagógica como lócus de conhecimento e não como apenas uma aplicação de teorias.
– Estudos sobre o papel do professor relacionadas à produção, aplicação e avaliação de propostas de ensino em pesquisas de natureza participante, etnográfica, pesquisa-ação, para o repensar da prática pedagógica.

Professores que atuam na linha de pesquisa:

  • Ensino e Aprendizagem das Ciências

Esta linha agrupa investigações que dizem respeito aos processos de ensino e aprendizagem nas diversas áreas das Ciências (Biologia, Química e Física) e da Matemática. São focos de interesse para pesquisa:

– As concepções teóricas acerca da aprendizagem e do desenvolvimento humano, visando a construção de modelos pedagógicos;
– Os fatores cognitivos, afetivos e motivacionais, entre outros, envolvidos nos processos de ensino e aprendizagem dessas áreas;
– As estratégias de ensino e aprendizagem, como, entre outras, construção de ilhas de racionalidade, aprendizagem significativa, resolução de problemas e modelagem;
– Os registros de representação semiótica na aprendizagem matemática;
– As concepções prévias de alunos de diferentes níveis educacionais, quanto a conceitos das Ciências e da Matemática;
– A proposição de materiais inovadores para o ensino e a divulgação das Ciências e da Matemática, para sua utilização nos diferentes ambientes de ensino (formal, informal e a distância).

Professores que atuam na linha de pesquisa:

  • Implicações Sociais da Ciência e da Tecnologia na Educação

Esta linha dedica-se à investigação, nos três níveis de ensino, de aspectos da educação científica e tecnológica, relacionados às percepções das relações entre ciência, tecnologia e sociedade (CTS), e ambiente, oriundas dos estudos de Ciência, Tecnologia e Sociedade (ECTS) e dos estudos ambientais, em suas diversas vertentes e orientações teóricas e metodológicas (latino-americanas, europeias e norte-americanas). Os estudos incluídos nessa linha orientam-se a partir de contribuições, entre outras vertentes, da análise sociotécnica e da filosofia e história da Ciência e da Tecnologia. Também são contemplados aspectos da divulgação e popularização dos conhecimentos científico-tecnológicos quanto às suas conexões com o Ensino de Ciências e Matemática, tanto na educação formal quanto não formal.São focos privilegiados desta linha:

– Concepções das relações entre ciência, tecnologia, sociedade e ambiente e suas influências na educação científica, tecnológica e ambiental;
– Aspectos curriculares do Ensino de Ciências e Tecnologia com perspectiva CTS;
– Investigações sobre Ensino de CTS nas diferentes áreas e níveis de formação e suas implicações curriculares;
– Investigação das relações entre a Pedagogia de Paulo Freire e relações CTS no Ensino de Ciências e Tecnologia;
– Investigações em Alfabetização Científica e Tecnológica e Ilhas Interdisciplinares de Racionalidade;
– Investigações sobre as características dos processos de divulgação e popularização da Ciência, e suas relações com o Ensino de Ciências;
– Investigações sobre os discursos da ciência e da tecnologia.

Professores que atuam na linha de pesquisa:

  • Epistemologia e História da Ciência e da Matemática

A partir da produção oriunda da área de História da Ciência e da Matemática, e de um aprofundamento das compreensões epistemológicas surgidas após o empirismo-lógico, esta linha de investigação considera aspectos sócio-histórico-culturais envolvidos no surgimento, desenvolvimento e disseminação de teorias, modelos e conceitos da Biologia, da Física, da Matemática e da Química. Categorias epistemológicas, bem como textos produzidos por historiadores da Ciência, subsidiam análises histórico-epistemológicas de episódios da História das Ciências com o objetivo de explorar as suas potenciais contribuições para o enfrentamento de problemas de investigação em Educação em Ciências e Matemática nos três níveis de ensino. São focos privilegiados desta linha:

– Investigação sobre o papel da historia da ciência e da epistemologia na formação de professores, no desenvolvimento de estratégias de ensino-aprendizagem e no ensino da modelização de sistemas físicos;
– Produção, aplicação e avaliação de textos didáticos com abordagem histórico-epistemológica;
– Investigação sobre as concepções de alunos e de professores sobre a natureza do conhecimento científico e de conceitos científicos específicos.

Professores que atuam na linha de pesquisa:

  • Mídias e Ensino de Ciências

A linha de investigação Mídias e Ensino de Ciências destaca os limites e as possibilidades para socialização dos conhecimentos da educação científica e tecnologia, consideradas as perturbações e os desafios que as Tecnologias de Informação e Comunicação têm provocado em todos os níveis de ensino. Estuda o contexto da educação articulado a mediações tecnológicas, em particular os ambientes virtuais de aprendizagem que hospedam hipermídias: texto, imagem, movimento, som, simulações com variações de escala. São focos privilegiados dessa linha:

– Investigações a respeito de concepções teóricas sobre o processo de ensino-aprendizagem, visando construir modelos pedagógicos pautados na reflexão teórico-prática do Ensino de Ciências da Natureza e Matemática;
– Investigações a respeito de estratégias de ensino-aprendizagem nas áreas de Ciências da Natureza e Matemática, tendo em vista a utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação;
– Investigações que permitam a produção inovadora de materiais educacionais para o processo de ensino-aprendizagem e à divulgação das Ciências da Natureza e Matemática, em ambientes de ensino formal, não formal e a distância.

Professores que atuam na linha de pesquisa:

  • Linguagens e Ensino

Estudos enfatizando a importância do funcionamento da linguagem, não apenas como mero instrumento de comunicação, visando estabelecer relações menos ingênuas e naturalizadas sobre os discursos dominantes da ciência e da tecnologia. A linguagem é vista como “jogos de linguagem” que são estabelecidos por regras, convenções, na cultura e na história, produtores de sentidos da tecnociência e da educação, centrados nos aspectos culturais e sócio históricos. A linguagem é investigada como forma de representação em diferentes lugares: da arte, da educação científica e tecnológica, da matemática, da história, da arquitetura. São focos privilegiados desta linha:

– Investigações sobre leitura e escrita, visando também repensar a formação do leitor no ensino de ciências e tecnologia;
– Análise do funcionamento da linguagem (em textos didáticos e outros, em interações discursivas nas salas de aula, na mídia) com vistas à proposição de estratégias para a educação em ciências e tecnologia;
– Investigações sobre o imaginário de alunos e professores sobre a linguagem e seu funcionamento em aulas de ciências;
– Estudos das problematizações como meio de emergência de conhecimentos;
– Análise de discurso e relações CTS no Ensino de Ciências e Tecnologia.

Professores que atuam na linha de pesquisa: